Tribunal de Contas julga irregulares contratações temporárias no município de Alagoa Nova/PB

Tribunal de Contas julga irregulares contratações temporárias no município de Alagoa Nova/PB

- em PARAÍBA
1083

Foi julgada pelo Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) procedente a representação formulada pela munícipe Jessica Marcelinho da Silva, em que relata possíveis irregularidades relacionadas à contratação de servidores pela Prefeitura de Alagoa Nova sem que fossem precedidas de concurso público.

O processo foi julgado procedente e assinado por Sara Maria Rufino da Souza, Fabiana Lusia Costa Ramalho de Miranda e Karine de Vasconcelos, relatores do processo n. 16961/20, foi julgada na última  quinta-feira, dia 09 de Abril, quando o TCE considerou irregulares as contratações promovidas para cargos em comissão em janeiro de 2021.

“É inacreditável a prática do ato praticado pelo prefeito de Alagoa Nova Francinildo Pimentel da Silva (Cidadania), quando contratou indevidamente, isto é, quando aprovados em concurso público em 2020 ainda estão aguardando ser chamados e, diversos servidores de forma temporária foram contratados pelo gestor alagoanovense.

Consta nos autos que os contratos temporários envolviam cargos essenciais para o funcionamento do Poder Executivo municipal, tais como farmacêutico, merendeira, técnico em enfermagem, psicólogo e professor – vagas que deveriam ser ocupadas por servidores efetivos em caráter definitivo, após a realização do concurso em 2020.

 

Da Redação

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

Polícia prende em flagrante suspeito de cometer homicídio em Pocinhos

Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo