Decisões do prefeito de Pocinhos gera mal-estar na exoneração de Marissandra Porto

Decisões do prefeito de Pocinhos gera mal-estar na exoneração de Marissandra Porto

- em POLÍTICA
1196

As decisões tomadas nesta sexta-feira (1º) pelo prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves (PTB), geraram mal-estar no grupo político da base governista.

Cláudio exonerou a secretária Adjunta, lotada na secretaria de Cultura, Marissandra Batista Porto Cavalcante, e tomou uma das piores decisões em série sobre a eleição para prefeito de Pocinhos, marcada para o dia 04 de outubro deste ano.

Segundo informado, Sandra Porto teria sido pega de surpresa e sequer foi comunicada com antecedência. Ainda de acordo com as informações, o seu genro Paulinho Oliveira, conhecido pela população pocinhense como Paulinho de Teca, será candidato a vereador pela base da oposição, liderada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Adriano Galdino.

Paulinho é candidato e, na interpretação de Cláudio, não poderia, pela visão, manter a sogra de um candidato da oposição. Aliados do gestor que tem uma grande admiração por Sandra, então, não teria gostado da interpretação.

A decisão foi vista como uma covardia, na opinião de pessoas ligadas ao prefeito, sob interpretação do próprio grupo e para beneficiar interesses de pessoas.

“Tenho o maior respeito e boa relação com Cláudio Chaves. Pode ter gerado mal estar interno a exoneração de Sandra”, afirmou uma pessoa ligada ao prefeito de Pocinhos.

Da Redação

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

Cantora gospel Fabiana Anastácio morre de Covid-19

A cantora de música gospel Fabiana Anastácio morreu nesta quinta-feira,