Coronavírus: Bolsonaro suspende dívidas dos estados por 6 meses e anuncia recursos para municípios

Coronavírus: Bolsonaro suspende dívidas dos estados por 6 meses e anuncia recursos para municípios

- em MUNDO
163

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, em suas contas nas redes sociais nesta segunda-feira (23/3), uma série de medidas de socorro aos estados e municípios para o enfrentamento do novo coronavírus. Entre as ações do governo estão a transferência de R$ 85,8 bilhões e a expansão para outros estados de uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que beneficiava o estado de São Paulo com a suspensão, por 180 dias, do pagamento de dívidas com a União.

O Excecutivo Federal decidiu transferir R$ 8 bilhões, o dobro do previsto – que tinha como origem de recursos o seguro DPVAT. Também irá recompor o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM): um total de R$ 16 bilhões em recomposição.

Além disso, o governo anunciou ações de renegociação der estados e municípios com os bancos, na ordem de R$ 9,6 bilhões e outros R$ 40 bilhões em empréstimos facilitados.

“União entrará com mais recursos que o solicitado. Governadores solicitaram R$ 4 bilhões para ações emergenciais em saúde. O Governo Federal está destinando R$ 8 bilhões em quatro meses”, anunciou o presidente.

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

Jeová Campos diz que Adriano Galdino está correto em suas orientações

A decisão de prorrogar a suspensão das atividades