Comerciantes acusam diretor do Mercado Público de Bayeux de assédio e perseguição

Comerciantes acusam diretor do Mercado Público de Bayeux de assédio e perseguição

Diretor do Mercado público de Bayeux está sendo acusado, por um grupo de comerciantes, de perseguir e fazer assedio moral. De acordo com eles, a Administração busca atrapalhar os trabalhos de cada pai e mãe de família que ali estão lutando em busca de recursos para dentro de casa.

A convite dos próprios comerciantes, a vereadora Luciene e advogada Nadja Palitot, foram conferir de perto os relatos dos trabalhadores que possuem bancas dentro do Mercado Público de Bayeux. Na oportunidade, foram abordado diversos relatos de perseguição e assédio moral relacionado a atual administração do Mercado Público.

A vereadora denuncia que o Poder Executivo na pessoa do atual Prefeito Berg Lima, decidiram permanecer com o administrador rejeitado por centenas de comerciantes. A parlamentar reafirmou o o total apoio e se solidarizou com todos os comerciantes prejudicados e prometeu acionar judicialmente uma intervenção em no Mercado Público de Bayeux.

 

Da Redação

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

NESTE DOMINGO: Crianças vão representar a cidade de Lagoa Seca em Campeonato de Jiu-Jitsu, em João Pessoa

Pelo menos seis atletas mirins vão representar a