“Circo Sem Pano” comemora 20 anos da montagem paraibana de Auto da Compadecida

“Circo Sem Pano” comemora 20 anos da montagem paraibana de Auto da Compadecida

- em PARAÍBA
326
Em 2020, o Grupo de Teatro Circo Sem Pano comemora 20 anos da montagem paraibana de Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. As apresentações serão nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro, às 20h, no Teatro Ednaldo do Egypto, em Manaíra. A adaptação do texto e direção do espetáculo é do dramaturgo Bento Júnior. Os ingressos estão sendo vendidos ao preço de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia e antecipados).
No enredo, João Grilo e Chicó são os dois grandes arrumadores de confusões, infernizando as vidas do Padre João, do Padeiro, da Mulher do Padeiro, do Bispo e de quem estiver por perto. Todos serão julgados no dia do Juízo Final e o destino de cada um deles vai ser decidido por Nossa Senhora, a Compadecida. A montagem paraibana é representada na forma do cangaceirismo nordestino, por meio dos personagens Severino do Aracaju e Cabra Anastácia, em referência a Lampião e Maria Bonita.
Esta encenação faz uma homenagem ao escritor Ariano Suassuna, que em vida autorizou de punho próprio a montagem paraibana. “É uma singela reverência ao grande Ariano, que defendeu com tanta veemência e respeito a cultura popular e o Nordeste”, ressalta o diretor Bento Júnior. Além disso, os mais de 50 atores e atrizes que passaram pelo espetáculo também serão homenageados, com destaque a Bento Júnior e Marcílio Herculano, integrantes da montagem de 2000, e que continuam no elenco, como também os atores Kleyton Cruz e Pedro Neto (in memorian), os primeiros João Grilo e Chicó do Grupo de Teatro Circo Sem Pano.
No segundo semestre de 2020 estão sendo programadas apresentações em Fortaleza (CE), Natal (RN), Campina Grande (PB) e algumas cidades do interior, como Sousa e Cajazeiras (PB).
Nesses 20 anos de montagem, o espetáculo foi apresentado em diversos festivais locais e nacionais, a exemplo do Fringe (Festival de Teatro de Curitiba – PR) e do Profesteatro (Festival Nacional de Teatro de Congonhas – MG). Ganhou ainda importantes condecorações, a exemplo do prêmio júri popular de melhor espetáculo da 17ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo, promovida pela Funesc-PB. Em Minas Gerais, durante o 8º Festival Nacional de Teatro de São João Nepomuceno, recebeu seis prêmios, incluindo o de melhor espetáculo na categoria comédia.
No elenco estão os atores Aymê Vasconcelos, Bento Júnior, Hermano Queiroz, Israel Ferbar, Ítalo Rômany, Marcílio Herculano, Paulo Poeta e Puama Sheila. Na iluminação, Nilson Silva, e na sonoplastia, Allcemy Araujo. As músicas são do Quinteto Itacoatiara.
Dias: 07, 08 e 09/Fevereiro, 20h
Ingressos: Inteira (R$ 40,00); R$ 20,00 (meia e antecipados);
Local: Teatro Ednaldo do Egypto (Av. Maria Rosa, nº 284, Manaíra)
Classificação: Livre
Duração: 65 minutos
Da Redação com Ascom

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

Jovem de 19 anos cai de moto e morre em Alagoa Nova

Uma jovem de 19 anos identificada como Kaline