Campinense é primeiro lugar em medicina na USP: ‘o principal foi entender quem eu era’

Campinense é primeiro lugar em medicina na USP: ‘o principal foi entender quem eu era’

- em PARAÍBA
449

O paraibano Gabriel Araújo Medeiros, de 19 anos, reuniu três anos de experiências com o Enem para conseguir uma média de 845,19 e ser aprovado em primeiro lugar para o curso de medicina, na Universidade de São Paulo (USP), na Faculdade de Bauru, por meio do Sisu 2020. Foram três anos de crescimento, notas aumentando e também anos de definição sobre quem era e o que queria fazer. “O que foi determinante não foi o estudo, o principal foi entender quem eu era, porque você tem maior clareza para onde quer ir e como ir”, explicou Gabriel.

Vai ser a primeira vez que o jovem vai sair do Nordeste. Por isso, até gostou que a aprovação tenha sido na cidade de Bauru. Também tentou no campus de Pinheiros, mas o município no interior de São Paulo pareceu deixá-lo mais à vontade e próximo da cidade onde nasceu e mora atualmente: Campina Grande, na Paraíba.

“Meu objetivo era UFCG e, no máximo, eu pensava na UFPE, mas sempre pensando em medicina. USP eu não esperava mesmo”, declara.

Quando percebeu que o resultado foi além do esperado, foi tentando as opções que o Sisu oferecia. Agora é o novo aluno de medicina da USP. Não tem família na região, mas apoio parece que não vai faltar. Já tem se articulado com amigos da igreja que devem dar o apoio que precisa. “Essa nota não é maior do que o que Jesus sofreu na cruz”, enfatiza Gabriel, lembrando da gratidão que sente com a aprovação.

 

Da Redação

Comentários com o Facebook

Você também pode gostar de:

Jovem de Campina Grande morre afogado em praia do Rio Grande do Norte

Um jovem de apenas 20 anos morreu após